Mais de 70 Secretários de Saúde se reuniram em evento que debateu o processo de Regionalização, rendeu homenagens a alguns gestores com reconhecido destaque e elegeu a cidade sede do próximo Congresso da entidade

 

Na última sexta-feira, 15, o COSEMS-CE promoveu em Fortaleza a última Reunião Ampliada de Secretários de 2023. Dentre as pautas debatidas no encontro, esteve o processo de Regionalização no Ceará e em todo o país, onde foram pontuados os avanços obtidos nos últimos anos, além dos objetivos e desafios mapeados visando o ano de 2024.

Acesse aqui a Galeria de Fotos 

O encontro teve início com o Presidente Rilson Andrade e toda a Diretoria Executiva conduzindo um momento de homenagens e reconhecimento ao presidente de honra do COSEMS-CE e do Conasems, Wilames Freire e aos Vice-presidentes regionais do COSEMS-CE.

Momento de homenagens ao Presidente de Honra do COSEMS-CE e Conasems, Wilames Freire, e aos Vice-presidentes regionais da entidade

“São gestores que merecem todas as honras. Por tudo que Wilames representa a todos nós gestores cearenses e de todo o país, não poderíamos encerrar o ano sem prestarmos essa homenagem. Assim também aos vice-presidentes, que foram imprescindíveis para a atuação da entidade durante todo o ano nas regiões. Agradeço imensamente aos que estiveram conosco participando desse dia tão especial e aos que não puderam vir sintam-se abraçados e vamos em frente. O ano de 2024 não será fácil para ninguém, mas juntos alcançaremos os nossos objetivos”, pontuou o Presidente do COSEMS-CE.

Em discurso de agradecimento, Wilames Freire, destacou as qualidades de quem escolhe está na gestão. “Ser Secretário de Saúde, muitas vezes, é abrir mão da própria vida para se dedicar a vida de outras pessoas, então só está nessa função quem gosta e que abnega de muita coisa pra poder servir. Precisa de muita briga para melhorar o sistema público dentro dos municípios. O Conasems é a casa do Secretário, como o COSEMS é aqui no Ceará e nós temos que valorizar isso e temos que lutar”, expôs Wilames.

Na Assembleia Geral, os municípios de Aquiraz e Quixadá concorreram para sediar a edição 2024 do Congresso do COSEMS-CE. Após as apresentações dos municípios, em disputa apertada, a plenária votou pelo município de Aquiraz.

Regionalização

Para o debate do tema central do evento, a Regionalização, o encontro contou com as apresentações do Presidente do Conasems, Hisham Hamida; do Secretário Executivo do Conass, Jurandi Frutuoso; além da Secretária de Saúde do Estado, Tânia Mara. A mesa teve a moderação da Secretária da Saúde de Baturité e Vice-presidente do Conasems, Sayonara Cidade.

O fortalecimento da parceria com o COSEMS-CE foi um dos pontos ressaltados na fala da Secretária da Saúde, Tânia Mara

Na sua fala aos gestores, a Secretária da Saúde, Tânia Mara destacou a parceria com o COSEMS, através da relação institucional construída com a presidência e diretoria, além de pontuar o que vem sendo posto como prioridade para fortalecimento da parceria. “Nós temos que ter nas regiões uma estrutura mínima para que as Superintendências possam dar apoio aos municípios. Já levei essa questão ao Governador para que possamos trabalhar uma Regionalização que seja factível e que seja possível transformar os locais de realização de trabalho”, falou a Secretária.

“Eu sou médica de Hospital há vinte anos dentro de Hospitais públicos e privados, mas depois que entrei na Secretaria da Saúde eu entendi que o mais importante é Atenção Primária, e para que a gente tenha esse nível de Atenção eficiente nós temos que organizar, temos ter fluxos, e essa é uma meta nossa para o próximo ano”, completou o discurso. 

Hisham Hamida também fez um forte discurso em favor da Atenção Primária, um dos focos do Conasems, como se pode atestar em iniciativas como o Saúde com Agente, que já  capacitou mais de 176 mil ACS e ACE em todo país. “Atenção Básica resolutiva não é barata. Nosso desafio é ter um financiamento para essa Atenção Básica condizente com as nossas necessidades”. Para o Presidente, experiências pelo país tem mostrado a necessidade da boa relação entre estados e municípios para que os avanços aconteçam.  “Hoje na média nacional, 70% é de custeio dos municípios. Onde temos estados com parceria, como vemos aqui no Ceará, isso tem sido amenizado, quando vão se assumindo outros espaços de assistência”, finalizou Hisham. 

Hisham Hamida destaca o papel da Atenção Primária para o sistema.

O Secretário Executivo do Conass e Presidente de honra do COSEMS-CE, Jurandi Frutuoso, trouxe reflexões ao debate e apontou caminhos. Para o gestor está muito claro que a capacitação de oferta e de serviços é extremamente desigual no país devido às diferenças entre as regiões. “A pergunta que fica é: Como enfrentar essa desigualdade? O que propor como solução?”, provocou Jurandi. 

Jurandi Frutuoso trouxe reflexões e questionamentos acerca da atuação de estados e municípios para o ano de 2024

O Secretário afirma que um dos caminhos necessários passa pela flexibilização das normas do SUS, e elenca o que as Secretarias Estaduais da Saúde devem ter como foco para o próximo ano: Melhorar a eficiência do processo de coordenação do SUS, Aprimorar a integração das áreas técnicas, Superar o subfinanciamento e garantir a autonomia da gestão, onde o discurso político se encontre com o discurso técnico. 

O gestor pontuou também os requisitos para superação das desigualdades regionais, tendo destacado a relação respeitosa entre os gestores das três esferas, dando autonomia à gestão empoderamento aos COSEMS, além da qualificação das gestões com Educação Permanente e Implementação da Saúde Digital. 


Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE

Fernando Cruz / Mário Cabral / Pedro Luna - E-mail: [email protected]

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE

Fernando Cruz / Mário Cabral / Pedro Luna - E-mail: [email protected]