Regionalização é discutida e pactuada na Região do Cariri

Projeto de Fortalecimento dos Processos de Governança, Organização e Integração da Rede de Atenção à Saúde chega à região em busca de melhorias efetivas na Regionalização no Estado

Após passar por Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás e Rondônia, nesta terça-feira (15), foi a vez de Juazeiro do Norte, no Ceará, receber a última etapa do primeiro ciclo das Oficinas do Projeto de Fortalecimento dos Processos de Governança, Organização e Integração da Rede de Atenção à Saúde. No Estado, a Região do Cariri foi contemplada para a pactuação do Termo de Compromisso para a Implantação do Processo de Regionalização.

Tomando início as atividades, a equipe do Ministério da Saúde e do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC) foram responsáveis por apresentar aos prefeitos e secretários municipais, a forma de atuação em que o projeto será tocado na Região. “A nossa pretensão como Projeto aqui é tirar do papel todo o histórico, tudo o que foi construído ao longo dos últimos anos, avançarmos de acordo com as necessidades das secretarias de Estado, juntamente com o conjunto de municípios, que podem ser diversas: aspectos que envolvem Regulação de Serviços, Cooperação Intensa entre Municípios e Estado, Prefeituras e Policlínicas e CEUs. Tudo de acordo com as necessidades locais”, explicou Gregore Carvalho, representante do Ministério da Saúde.

Percorrendo todo o Brasil e com mais três Ciclos agendados, o cearense e presidente do CONASEMS, Wilames Freire, foi enfático em reforçar principalmente para os prefeitos presentes, a importância da implantação do Projeto na região, como também, na forma que os resultados poderão ser analisados. “Nós pegamos diversas regiões do país. Para os prefeitos, nós teremos a oportunidade de [com o Projeto] termos um diagnóstico na mão de como está a nossa saúde local e regional, com isso, poderemos trabalhar um processo de integração ainda melhor”, comentou.

Sempre parceira, a secretaria de saúde do Estado foi bastante elogiada pelos representantes de âmbito nacional, pelo pioneirismo e qualidade no processo de regionalização, além da cumplicidade junto aos municípios cearenses. “O Estado do Ceará assume a responsabilidade de ajudar vocês a construir este processo e vai determinar metodologias de Governança adequada dentro do seu próprio quadro. Chegou a época que não podemos mais ficar só no discurso, o modus operandi é muito importante, pois ele precisa ser subsidiado de dados realísticos sem preconceito. A ciência não permite preconceito”, finalizou Carlos Roberto Martins Rodrigues (Dr. Cabeto), secretário de saúde do Estado do Ceará.

Regionalização

Reforçando o discurso, a secretaria de saúde do Estado em parceria com o COSEMS/CE, promovem ainda hoje e amanhã de manhã, um encontro para a apresentação e discussão do Planejamento Regional Integrado (PRI). O encontro amanhã acontecerá no auditório do CEREST, em Juazeiro do Norte e aberto para os profissionais de saúde da região.

Confira outras fotos no instagram @cosemsce


Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE

Fernando Cruz / Mário Cabral / Pedro Luna
Telefone: (85) 3101.5444