Secretarias de Saúde reorganizam serviços para conter Covid-19

A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus ou Sars-Cov-2 tem deixado o mundo todo em alerta e obrigado a todos os governos unirem esforços para o controle da doença Covid-19. Desde o primeiro caso confirmado no Brasil, no dia 25 de fevereiro, em São Paulo, os profissionais da saúde e toda a sociedade brasileira tem sentido, em escala cada vez maior, o impacto sofrido pela saúde pública e demais setores.

Na esteira de experiências bem-sucedidas em outros países, o distanciamento social vem sendo a principal medida dos estados brasileiros, no sentido de atenuar os efeitos da doença na população e no Sistema Único de Saúde. As recomendações da Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde tem freado o avanço da doença em território nacional e mudado a rotina dos serviços assistenciais.

Em meio a todo este cenário, enfrentando desafios de toda grandeza, como a escassez de Equipamentos de Proteção Individual e a espera por mais exames que possam detectar os enfermos, as secretarias municipais de saúde do Ceará se reinventam e se desdobram para realizar ações que protejam a população. 

Acompanhe a galeria de fotos enviadas pelos municípios em facebook/cosemsce. 

Fortaleza

A capital do estado apresenta o maior número de casos da Covid-19. Por essa razão, o município tem lançado medidas emergenciais como a construção de um Hospital de Campanha no Estádio Presidente Vargas, que poderá receber até 306 leitos para os casos mais graves. Outra medida emergencial, foi a antecipação da entrega do IJF2, tendo com o perfil assistencial pacientes da Covid-19.

Além disso, algumas rotinas sofrerão mudanças visando os grupos de risco: pacientes que fazem medicação de uso contínuo tiveram a ampliação do prazo de validade das receitas de 6 meses para 12; a dispensação de medicamentos feita para 30 dias passou para 60 (maiores de 60 anos); e os pacientes com idade acima de 80 anos estão recebendo a medicação em casa. Toda a rede de Média e Alta Complaxidade também estão sendo adequadas à nova realidade. 

Municípios em ação

Seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, vários municípios das cinco regiões do Estado estão aplicando à risca as orientações passadas pelas entidades no combate e prevenção ao Covid-19.

Nas regiões, ações como mobilização de profissionais da saúde em bancos e em casas lotéricas, para uma conscientização da importância de manter uma distância entre uma pessoa e outra; o borrifamento de substâncias aquosas para a limpeza de espaços públicos, como também, a etiqueta pessoal.

  • Criamos nosso grupo técnico para tomadas de decisões e começamos a fazer pesquisas e tomar atitudes importantes em nosso município. A primeira atitude foi se reunir com a equipe da limpeza pública e realizarmos a lavagem com sabão e água sanitária do centro da cidade. A segunda atitude foi a distribuição de máscaras para a população, recrutando uma equipe de costureiras do município, conseguimos o material, modelamos no formato ideal e confeccionamos”.

    Afrânio Júnior

    Secretário de Saúde de Umirim-Ce
  • Estamos organizando um Hospital de Campanha. Nesse momento estamos comprando a parte estrutural; camas, suporte para soro, todos os equipamentos necessários. O Hospital está sendo montado na estrutura de uma escola que estava fechada. Vamos adaptar para termos em torno de 40 leitos. Também estamos fazendo doações a população de máscaras de tecido. No caso das pessoas que chegam de municípios vizinhos que já tem casos confirmados, a vigilância vai fazer a visita, passa orientações, disponibiliza máscaras e pede para que essa pessoa fique em isolamento preventivo. Outro ponto importante que estamos fazendo é o monitoramento por telemedicina com um contato para atendimento via telefone.

    Karine Bezerra

    secretária de saúde de Acarape-Ce
  • “Realizamos capacitação com os profissionais de saúde da atenção primária e hospital e orientações aos pacientes nas unidades de saúde sobre a doença. Nos comércios, temos orientado também os clientes e proprietários de como proceder nesses ambientes. Temos ainda articulado reuniões nas diversas secretarias do nosso município para orientar os profissionais de cada repartição. Os profissionais de saúde tem realizado visitas domiciliares aos sintomáticos e não sintomáticos vindo de outras cidades ou estados, além de estarem posicionados na entrada da cidade, para prestar esclarecimentos às pessoas que adentram no nosso município. Realização de desinfeção nas ruas da cidade realizada pelos ACE.”

    Raimunda Rodrigues

    secretária de saúde de Poranga-Ce
  • A partir do Plano de Contingência nós identificamos quais unidades de saúde poderiam ter o horário de atendimento estendido. Então, três unidades da sede passaram para o horário de 7h às 21h e modificamos o horário de escala das equipes para 12h por 36h para trabalho em regime de plantão. Fizemos também uma parceria com IFCE para produção de protetor facial que estão sendo distribuídos para os Hospitais da Região Centro-Sul. Inclusive reorganizamos todo atendimento hospitalar para sabermos quantos leitos de retaguarda e longa permanência teríamos para pacientes da Covid, o que possibilitou cedermos ainda 10 leitos ao estado. Também estamos com barreiras sanitárias em ação coordenada entre Demutran, Guarda Municipal e Agentes de Saúde.

    Sayonara Cidade

    secretária de saúde de Cedro-Ce

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE

Fernando Cruz / Mário Cabral / Pedro Luna
Telefone: (85) 3101.5444